Opinião: Gualter Furtado | Alameda dos Plátanos da Povoação 

Recebi um alerta do Doutor Raimundo Quintal, a dar conta da sua preocupação com a intervenção que estão a fazer na Alameda dos Plátanos da Povação, que segundo ele, poderá inclusivamente por em causa e ser o início do fim daquela monumental alameda, um verdadeiro património natural, que deveria ser classificada de interesse Público ao abrigo da recente legislação de proteção do arvoredo aprovada na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Recebendo para tal fundos e um acompanhamento científico que preservasse e valorizasse este nicho como ponto de interesse do concelho da Povoação e regional.

O Doutor Raimundo Quintal é um Geógrafo, Cientista e Naturalista, natural da Região Autónoma da Madeira, que sozinho ou em parceria com o Professor Teófilo Braga tem realizado vários trabalhos, estudos e publicações sobre o arvoredo, jardins e parques nos Açores, de inegável alcance.

O que significa que um alerta da sua parte deve merecer redobrada reflexão por parte de quem resida cá e gosta da sua Terra, mas também de quem tem a responsabilidade de exercer os poderes públicos.

Que fique bem claro, que não somos contra o progresso, mas sim contra eventuais intervenções que possam pôr em causa o nosso património natural e ambiental, até porque este é um dos principais factores que contribuem para as nossas vantagens comparativas no campo do turismo sustentável e no Desenvolvimento.

Pub