Obras na Adutora da Achada de Nordeste irá servir várias freguesias com escassez de água

O presidente da Câmara Municipal do Nordeste e os restantes elementos do executivo visitaram as obras da empreitada da adutora de abastecimento de água à freguesia da Lomba da Fazenda.

A adutora irá servir diversas freguesias do Nordeste com escassez de água e tem início na adutora já existente da freguesia da Achada.

O projeto e a obra são da empresa municipal Nordeste Ativo (responsável pela gestão de águas e de resíduos), foi projetada pela empresa Engº Tavares Vieira, Lda., e está a ser executada por A. R. Casanova, Construção Civil Lda., pelo valor de 930 mil euros (projeto, empreitada e fiscalização) e com o financiamento de 85% através dos Fundos Comunitários.

Na visita à obra, concretamente aos trabalhos que estão a ser executados na freguesia da Algarvia e que se prolongarão até à Lomba da Fazenda, a Câmara Municipal do Nordeste manifestou-se satisfeita com o andamento da mesma, voltando a salientar, como feito na assinatura do ato de consignação, no início de setembro de 2019, que o projeto foi candidatado aos Fundos Comunitários em 2017 e que “após a aprovação foi necessário realizar várias reuniões e passar por diversos formalismos, desde a autorização da Euroscut com vista à instalação da adutora, da autorização da Secretaria Regional de Obras Públicas, a aquisição de algumas parcelas de terreno, a obtenção de financiamento bancário para a execução, a celebração de novo contrato-programa entre a câmara e a empresa municipal e o visto do Tribunal de Contas”.

A possibilidade de distribuição de água a partir da adutora da Achada foi também possível, de acordo com o projetista, pelo surgimento da via rápida entre o Nordeste e a Ribeira Grande, a qual tem um traçado de grandes retas sem variações consideráveis de cotas, o que vem encurtar a distância e suaviza o encaminhamento da água entre a origem e o destino. O projeto foi elaborado a partir do Plano Geral de Abastecimento de Águas do Concelho de Nordeste.

A adutora teve início na freguesia da Achada, numa câmara de perda de carga a montante do reservatório localizado nesta freguesia, o qual faz parte da conduta adutora da nascente das Anieiras e que irá reforçar consideravelmente o abastecimento de diversos reservatórios em várias freguesias do concelho, nomeadamente, Outeiro (Algarvia), Assomada (São Pedro Nordestinho) e Lomba de Cruz (Lomba da Fazenda).

A extensão dos ramais entre a adutora e cada um dos 5 reservatórios (1 novo e 4 já existentes) será de aproximadamente de 375 metros, sendo a extensão da rede no seu global de 11.075 metros.