Pub

O presidente da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada (CCIPD), Mário Fortuna, disse esperar que o próximo Governo dos Açores, liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro, “avance rapidamente com soluções” para os “problemas” da região.

Em reação aos novos membros do executivo regional, conhecidos hoje, Mário Fortuna realçou que valoriza mais as “políticas que forem seguidas” do que os nomes dos secretários regionais.

“Aquilo que nos oferece dizer é tão só esperar que este elenco governativo avance rapidamente com soluções para os problemas que existem nos Açores e sobre isso há muitas áreas em que as câmaras do comércio já se pronunciaram”, afirmou à agência Lusa.

O líder da CCIPD afirmou que, independentemente do elenco governativo, o que importa é implementar políticas com “segurança e celeridade” e que as “escolhas da responsabilidade política devem ficar no mapa da discussão política”.

“Vamos estar particularmente atentos àquilo que vem a seguir e não propriamente ao elenco governativo”, afirmou.

O XIII Governo Regional irá ter uma secretaria para as finanças públicas e outra para a qualificação profissional e emprego, competências que no último governo socialista estavam concentradas na vice-presidência.

Mário Fortuna considerou que as finanças públicas “sempre tiveram autonomia” e salientou que a “repartição” de competências por várias secretarias “pode ajudar” a tomar decisões com maior celeridade.

“O momento exige celeridade, a repartição por várias secretarias de algumas funções pode ajudar a que se possa fazer mais depressa”, apontou.

Referindo que é possível “organizar as coisas de várias formas”, o professor universitário reiterou que o que “preocupa” os empresários açorianos é “como é que faz e o que é que se faz”.

Pub