Pub

A Secretaria Regional dos Transportes, Turismo e Energia do Governo dos Açores apresentou hoje à imprensa e ao mercado nacional, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), a nova oferta de cicloturismo e de turismo cultural dos Açores.

No palco da maior feira do setor em território nacional, foi apresentador o projeto “Rotas Açores – Itinerários Culturais e Paisagísticos”, que, neste momento, contempla três rotas temáticas dedicadas à baleação, às vinhas e aos vulcões, já disponíveis a todo o público.

As “Rotas Açores” abrangem as nove ilhas do arquipélago, contam com mais de 60 parceiros públicos e privados agregados no formato de rede colaborativa, e disponibilizam uma multiplicidade de diferentes recursos do território – recursos esses usualmente não conhecidos ou até indisponíveis para o público generalista.

As “Rotas” são oferecidas e operacionalizadas pelas empresas de turismo da região previamente formadas e acreditadas para o efeito, abrangendo empresas de animação turística, operadores marítimo-turísticos ou agências de viagem.

Qualquer interessado – individual ou em grupo, cliente final ou agente turístico – tem agora à sua disposição, numa só plataforma, uma seleção de itinerários temáticos desenhados em estreita colaboração com especialistas e entidades reconhecidas em cada área específica.

Os itinerários das “Rotas Açores” têm a duração de meio-dia a um dia, com a possibilidade de adicionar um conjunto de outras experiências ou somar diferentes itinerários e temáticas entre si, prolongando a estadia na região e contribuindo para a dispersão de fluxos no território.

Toda esta oferta está reunida na plataforma rotas.azores.gov.pt, onde os visitantes da Região podem escolher os itinerários disponíveis e, a partir daí, chegar diretamente aos agentes certificados para efeitos de realização destes itinerários.

Para além da plataforma, estão a ser desenvolvidos outros suportes promocionais, nomeadamente brochuras, filmes, mapas e sinalética para apoio aos turistas no terreno.

Na apresentação, o Secretário Regional dos Transportes, Turismo e Energia, Mário Mota Borges, destacou a “relevância do projeto para a estruturação da oferta cultural dispersa por toda a região”, anunciando, ainda, que já está previsto dar-se início à estruturação de duas novas temáticas valorizadoras da identidade e da história dos Açores, com o propósito de reforçar esta nova oferta inovadora.

Pub