Nova obra de Alfredo Gago deverá integrar bibliotecas escolares

O CD “Eu Próprio” e o livro “Versos, Cantigas e Contos”, da autoria de Alfredo Gago da Câmara, lançados esta quarta-feira em Ponta Delgada, deverão ser alvo de futura inclusão nas bibliotecas das escolas do concelho, pois “o exemplo criativo do seu autor deve ser dado a conhecer a todos, especialmente aos mais novos”.

O anúncio foi feito pelo Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada no lançamento das novas obras perante uma assistência composta por “gente da cultura de Ponta Delgada e da açorianidade, que nos honra, nos orgulha, que tem obra feita e que pode contar com a responsabilidade cultural e coletiva do Município para lhes dar palco e, sobretudo, para beneficiar da expressão do seu talento”.

José Manuel Bolieiro, que presidiu à sessão de lançamento integrada no 113º aniversário do Ateneu Comercial de Ponta Delgada, considerou, ainda, que “uma vida de trabalhos” está na origem da inspiração de Alfredo Gago da Câmara, salientando assim que “o que é clássico não é, necessariamente, antigo. É de qualidade e é de registo intemporal”.

Segundo o Presidente do Município de Ponta Delgada, “escrever um livro, deixar registadas as letras, a inspiração dos poemas ou dos fados, tem uma virtuosa relação com a intemporalidade”.

José Manuel Bolieiro terminou a sua intervenção com uma citação do jornalista Santos Narciso no prefácio do livro: “Escrever e compor, cantar e tocar, para pessoas como o Alfredo Gago da Câmara, é água de nascente que mesmo gerando rios se somem no mar em si, nunca que se esgota”.