PUB

O município do Nordeste, nos Açores, aprovou, por maioria, um orçamento para 2023 que ronda os 10 milhões de euros, tendo como prioridades a ação social e o reforço do tecido empresarial, foi hoje anunciado.

O documento foi aprovado em Assembleia Municipal com 18 votos favoráveis do PSD e quatro abstenções do PS.

O Plano e Orçamento para 2023 daquela autarquia da ilha de São Miguel está orçado em 9.996.479 euros.

PUB

Em 2022, o orçamento da Câmara Municipal do Nordeste totalizou 8,2 milhões de euros.

De acordo com o presidente da autarquia (PSD), o orçamento municipal de 2023 terá “a ação social como setor prioritário, seguido do reforço do tecido empresarial”, especificando, neste último caso, a execução do parque industrial.

“Parte significativa do investimento será canalizado para a área social, económica e geral, denotando-se um maior investimento no setor social, devido à candidatura apresentada ao IHRU – Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana, para aquisição de habitações sociais, explica António Miguel Soares (PSD).

Citado numa nota de imprensa, o autarca assinala ainda a área da cultura como aposta do município, de forma “a permitir a dinamização da economia local”.

Em 2023, o município do Nordeste projeta levar a cabo várias empreitadas com apoios dos fundos comunitários, segundo a autarquia.

Entre estas obras está a ampliação da Zona Industrial, a requalificação da Praça de Santana, do Largo Debaixo da Ponte, na vila do Nordeste, e do Mercado Municipal, a reabilitação do Centro de Jovens de São Pedro de Nordestinho, e a construção do Campo Polivalente de Santo António de Nordestinho.

Sobre estes projetos, o autarca acrescentou que “as respetivas execuções estão dependentes da capacidade das empresas de construção civil”, segundo a nota divulgada.

Pub