Neuville manteve-se no primeiro lugar do rali português durante todo o dia, que começou com 17,7 segundos de diferença sobre Evans, conseguindo dilatá-la nas duas passagens pelo troço mais longo da prova, em Amarante.

O espanhol Dani Sordo continua no terceiro lugar, a 57,2 segundos do seu companheiro de equipa, mas com os finlandeses Teemu Suninen (Ford Fiesta) e Esapekka Lappi (Toyota Yaris), quarto e quinto classificados, mais próximos.

Caso vença pela primeira vez o Rali de Portugal, Neuville ultrapassa na classificação do Mundial o francês Sébastien Ogier (Ford Fiesta), pentacampeão do mundo e da prova lusa, que tem 10 pontos de vantagem sobre o belga, mas, após o abandono na sexta-feira, só pode conquistar cinco pontos na ‘powerstage’.

No domingo, cumprem-se os últimos 51,53 quilómetros cronometrados da edição de 2018 do Rali de Portugal, com a duas passagens no troço de Montim (8,64 km), a classificativa de Luílhas (11,89 km) e a emblemática especial de Fafe (11,18 km).

O troço da Lameirinha, com o seu tradicional salto da pedra sentada, também vai ser percorrido em duas ocasiões, a segunda a marcar o encerramento do rali, com a ‘power stage’ da 20.ª e última especial.

JP // PFO

Lusa/Fim