Navios da Marinha com 280 militares já estão nas Flores para apoiar população (vídeo)

A fragata “Álvares Cabral” e o navio reabastecedor “Bérrio”, da Marinha Portuguesa, com 280 militares embarcados, já estão nas Flores para fornecerem todo o apoio necessário à população, tanto da ilha das Flores como do Corvo, no qual se inclui o fornecimento de combustível e bens de primeira necessidade.

Para o reabastecimento de combustível, está em curso um estudo entre as Forças Armadas, a Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas e os Portos dos Açores, para definir uma linha de ação que permita fazer chegar o combustível a terra.

A fragata “Álvares Cabral” enviou uma equipa de Fuzileiros para ajudar a fixar os contentores arrojados na costa junto ao cais das Lajes das Flores, como medida preventiva para garantir que estes não regressam novamente ao mar. Simultaneamente, irá apoiar as operações de mergulho, para tentar a reflutuação e remoção de contentores afundados no interior da área portuária, assim como blocos de betão junto ao cais.

O Navio Patrulha Oceânico “Setúbal” encontra-se no Porto da Horta, a embarcar bens de primeira necessidade com destino às ilhas das Flores e Corvo.

Com recurso às diferentes valências das equipas militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea, com um total de cerca de 350 militares, prosseguem os trabalhos em estreita colaboração com a Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas e os Portos dos Açores, para tornar novamente praticável o Porto das Lajes das Flores.