Museu Municipal de Vila Franca do Campo promoveu workshop de ocarinas ministrado por Eduardo Sousa

O Museu Municipal de Vila Franca do Campo dinamizou, nos dias 15 e 17 de maio, um workshop de ocarinas, ministrado pelo vila-franquense Eduardo Sousa, por forma a assinalar o Dia Internacional dos Museus 2019 (cuja data oficial é 18 de maio).

O workshop contou com cerca de 20 participantes, de diferentes faixas etárias e teve lugar na Olaria Mestre José Batata, situada na Rua do Fole, na freguesia de São Pedro.

Na abertura do workshop, a Vereadora Conceição Quental demonstrou a sua satisfação por ver aquele espaço dinamizado, “finalmente, com vida”.

“Importa dar vida a estes espaços de cultura e tradição e é muito satisfatório ver as pessoas, e especialmente os mais jovens, interessados em aprender as artes e ofícios tradicionais do nosso Concelho, neste caso na arte oleira”, frisou.

Por sua vez, a diretora do Museu, Dr.ª Telma Silva, ressalvou a importância dos museus como núcleos culturais dinâmicos, mediadores entre a comunidade, o seu património e os diferentes públicos.

Telma Silva salientou, que o Museu Municipal de Vila Franca do Campo cumpriu, novamente, as diretrizes do ICOM honrando as suas coleções, tradições e legados, criando atividades que terão novos significados para as cada vez mais exigentes, gerações vindouras.

Segundo o ICOM, “O papel dos museus na sociedade está a mudar. Os museus continuam a reinventar-se na procura por se tornarem mais interativos, focados no público, orientados para a comunidade, flexíveis, adaptáveis e móveis.”

Recorde-se que, este ano, o ICOM – a maior organização internacional de museus e de profissionais de museus, dedicada à preservação e divulgação do património – designou para tema “Museus como centros culturais, o futuro da tradição”.