Museu Carlos Machado promove oficina de trabalhos em espadana

A Direção Regional da Cultura, através do Museu Carlos Machado e em parceria com o CRAA – Centro Regional de Apoio ao Artesanato, a Cresaçor e o Núcleo Museológico dos Fenais da Luz, promove, a 18 de março, das 10h30 às 16h00, neste Núcleo Museológico, a realização de uma oficina de trabalhos em espadana, com o artesão Bento Silva, no âmbito do projeto “Fenais da Luz: Comunidade em Foco”.

A ‘Phormium tenax’, espadana ou linho-da-nova-zelândia, é uma planta que foi introduzida no século XIX na ilha de São Miguel.

Esta planta, de fibras resistentes, permite o fabrico de panos, cordas, tapetes, capachos, entre outros artefactos.

No início do século XX, existiam sete fábricas de desfibração de espadana em São Miguel, mas atualmente esta indústria já não existe na ilha, apesar desta espécie vegetal continuar a ser cultivada, sendo muito usada para atar os ‘manchos de novidades’ e, mais raramente, na manufatura de capachos, entre outros usos, nomeadamente o ornamental.

A participação nesta oficina, destinada a participantes a partir dos oito anos, obriga a inscrição prévia através do telefone 296 202 930 e tem um custo de cinco euros para não residentes e de 2,50 euros para residentes, com material incluído, estando limitada a 15 participantes.