Pub

Com vista ao desenvolvimento do projeto e nova instalação do núcleo etnográfico dos Fenais da Luz, o Município cederá um espaço adequado, situado na freguesia, de entre o património edificado do Município ou mediante aquisição do mesmo, que, para o efeito, irá comparticipar com uma verba que não poderá exceder o valor de 170 mil euros.

Ademais, o Município poderá, a todo o tempo, nomear um técnico para integrar a equipa técnica multidisciplinar do Centro do Conhecimento do Património Costeiro que irá ser criado e instalado na Casa do Dizimo, edifício situado nos Fenais da Luz, contribuindo para a implementação da Rede do Património Cultural e Natural Costeiro que será concretizada no âmbito do projeto “De Fenais a Fenais: Cultura Matriz do Desenvolvimento Local”.

O protocolo foi assinado ontem pela Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, Maria José Lemos Duarte, e pelo Diretor do Museu Carlos Machado, João Paulo Constância.

Recorde-se que a Direção Regional da Cultura, através do Museu Carlos Machado, candidatou ao mecanismo financeiro EEA Grants – Noruega, Islândia e Liechtenstein o projeto “De Fenais a Fenais: Cultura Matriz do Desenvolvimento Local”, dando cumprimento à sua missão de “Museu de Território”, tendo sido aprovado na sua totalidade, com a principal preocupação do acesso de todos ao conhecimento do seu património material e imaterial, numa perspetiva de inclusão pela cultura e do desenvolvimento local dos territórios a partir da salvaguarda do património cultural e natural.

Pub

O projeto incide a sua ação na área geográfica costeira da zona norte da ilha de São Miguel, procurando contribuir para a inversão dos processos de esquecimento e abandono do património material e imaterial costeiro, mas também sobre a necessidade de se agir na conservação da biodiversidade costeira e marinha. Irá também atuar na forma preventiva sobre os impactos da mudança climática no património, na vida das pessoas ligadas ao mar e à vida marinha costeira e, por último, devido à existência da maior concentração nos Açores de famílias açorianas em risco de pobreza entre as freguesias de Fenais da Luz a Fenais da Ajuda, irá atuar a partir da cultura para criar condições locais favoráveis ao desenvolvimento socioeconómico na zona norte.

Vai desenvolver-se a partir de dois imóveis que urge conservar, salvaguardar, reabilitar e readaptar e que se encontram já em processo de classificação de interesse público e de interesse municipal, sendo um deles a Casa do Dizimo situado na freguesia dos Fenais da Luz.

Pub