Mulher morre atropelada em protesto contra brutalidade policial em Seattle, EUA

Uma das duas mulheres que foram atropeladas durante um protesto contra a brutalidade policial que teve lugar numa estrada cortada ao trânsito em Seattle, Estados Unidos, morreu esta madrugada no hospital, disseram as autoridades.

Summer Taylor, de 24 anos, morreu à noite no Harborview Medical Center, disse a porta-voz, Susan Gregg.

Taylor e Diaz Love, de 32 anos, foram atingidas por um carro que passou por uma multidão de manifestantes em pânico na Interestadual 5 no início da madrugada, informaram autoridades.