Movimento ‘Açores Primeiro’ debate Coesão no Faial

O movimento “Açores Primeiro! Todos Contam” realizou, esta sexta-feira, no Teatro Faialense, a sua primeira conferência sobre a área temática da “Coesão”, na qual subtemas como o acesso aos mercados, a especialização económica e a diferenciação estiveram em debate.

Ivo Sousa, comissário temático e coordenador dos trabalhos para as políticas de Coesão, considerou ser primordial a ter em conta as especificidades de cada ilha uma vez que, apesar de diferentes, podem trabalhar em conjunto. “A coesão começa primeiro por identificar as especificidades de cada um, mas isso não implica que depois não possam trabalhar em conjunto”, afirmou.

Já o conferencista convidado, o economista e consultor Miguel Puim, aludiu à coesão económica como uma temática fundamental para o futuro dos Açores, considerando a necessidade de que se defina um desígnio a longo prazo que seja consensualizado pelos Açorianos e que esse mesmo propósito seja adaptado à realidade de cada ilha ou grupos de ilhas, sublinhando que “os Açores terão a ganhar se a um plano de especialização na Região houver um plano de especialização por ilha ou por grupos de ilhas”.

Preparando os 50 anos da Autonomia que se assinalam em 2026, o movimento “Açores Primeiro! Todos Contam” pretende projetar a Região nos próximos dez anos, tendo sido esse o ponto de partida lançado por Sandra Dias Faria, Comissária Geral do Movimento, no início da conferência. “Queremos sair daqui com uma perspetiva da marca que queremos para os Açores para daqui a dez anos. Que recursos temos e qual o caminho que devemos percorrer, para que, ao olhar para trás, percebamos que caminho foi este, que conquistas alcançamos e que melhorias conquistamos para os Açores”.

Na ocasião foram ainda apresentados a Comissária de Ilha do Faial, Lívia Silveira, Professora do Ensino Secundário, e o Comissário Executivo de Ilha, Frederico Soares, Engenheiro Florestal, que assumem a responsabilidade de promoverem o debate acerca da especialização eficiente da ilha do Faial.