Morreu a antiga provedora da Casa Pia Catalina Pestana aos 72 anos

A antiga provedora da Casa Pia Catalina Pestana morreu aos 72 anos num hospital em Lisboa, vítima de doença, confirmou hoje o advogado da instituição à agência Lusa.

De acordo com Miguel Matias, Catalina Pestana estava internada numa unidade hospitalar em Lisboa e “morreu durante a noite” vítima de uma infeção generalizada.

Catalina Pestana foi nomeada em 2002 pelo Ministério da Segurança Social e do Trabalho, na altura tutelado por Bagão Félix, provedora da Casa Pia e era uma das vozes de defesa das vítimas do processo de pedofilia que abalou a instituição.

Permaneceu à frente da instituição até maio de 2007, quando o julgamento do caso Casa Pia ainda decorria.

Nascida em 05 de maio de 1947, viveu no Barreiro e fez o liceu em Setúbal, antes de ir estudar Filosofia para a Universidade de Letras de Lisboa.

Em 1975, assumiu a direção do Colégio de Santa Catarina, em Lisboa, funções que exerceu durante cerca de doze anos, até 1987. Depois, começou a dar aulas de Análise Sócio-Histórica da Educação na Faculdade de Motricidade Humana.

Partilha