Livro À Procura da Diáspora lançado a 21 de maio no Centro Natália Correia

O livro “À Procura da Diáspora – Duas Cartas para Margaret”, da autoria de João Carlos de Melo, será lançado na terça-feira, 21 de maio, às 18h30, no Centro Natália Correia, Fajã de Baixo, numa sessão que se encontra aberta a todos ao público em geral.

Natural da ilha de São Miguel, onde nasceu em 1941, João Carlos de Melo emigrou para os Estados Unidos da América (EUA) em 1966.

No jornal a Tribuna Portuguesa, publicado em Modesto, Califórnia, EUA, pode-se ler: “A escrita de J. de Melo é de um nato contador de estórias. A fluidez da sua escrita advém do profundo conhecimento que tem da psicologia humana, da sua grande experiência da diáspora e das suas inter-relações com todos os modos de vida conhecidos. J. de Melo, embora nascido nas Ilhas como tantos outros escritores açorianos, zarpou com as suas ideias e criou mensageiros para vos contar estórias. Tem uma escrita escorreita e de fácil envolvimento de quem o lê e o admira”.

“Nos tempos que vão correndo temos pena que pouca gente leia livros, embora nunca se tenham produzido tantos. Basta visitar uma livraria para nos apercebemos do muito que é feito e que merecia ser mais apreciado. no fundo sentimos pena de todos estes autores que dedicam muito do seu tempo e são tão mal acarinhados. É o mundo que temos.” – lê-se no mesmo texto

José Luís da Silva, Professor de Português do ensino oficial da Califórnia, entretanto aposentado, também escreveu que a obra que agora vai ser lançada no Centro Natália Correia “debruça-se sobre reflexos de situações desenvolvidas pelo autor sobre a temática da emigração, particularmente para os Estados Unidos da América. É o primeiro romance do autor e merece ser lido e acarinhado pelo público leitor que nele encontrará uma perspetiva diferente do mosaico da diáspora portuguesa.”

“O desejo pelos enredos, a construção das personagens e a recolha das suas experiências – sobretudo a pesquisa da diáspora -, aquilo com que os imigrantes sonham, as suas vidas com todos os dramas e intrigas (que fazem parte da sua vida diária) constituem a pedra de toque para o à Procura da Diáspora. – lê-se, entretanto, no Jornal Luso-Americano, publicado em Newark, New Jersey (EUA)”.

Saliente-se que “À Procura da Diáspora – Duas Cartas para Margaret” será apresentado por José Andrade, numa sessão que será animada pelo grupo de cantares regionais “Três Pancadas”.