Pub

O Leixões venceu, na quarta-feira, em casa, o Santa Clara, por 2-1, obtendo o segundo triunfo consecutivo no Grupo G da Taça da Liga de futebol, que lidera com seis pontos.

A equipa açoriana adiantou-se no marcador aos 18 minutos, com um golo de Rildo Filho, mas ficou reduzida a 10 aos 29 minutos, por expulsão de Tassano. O Leixões protagonizou a reviravolta nos primeiros 15 minutos da segunda parte, primeiro com um golo de Thalis, aos 51 minutos, e depois com outro do capitão Fabinho, aos 60.

Os leixonenses estão há 12 jogos consecutivos sem perder, o que não se verificava há 17 anos: oito para o campeonato, dois para a Taça de Portugal e dois para a Taça da Liga.

Num encontro que se iniciou de forma equilibrada, num relvado precário devido à chuva dos dois últimos dias, o Santa Clara procurou jogar de forma apoiada e o Leixões mais no contra-ataque.

Após uma ameaça dos locais, o Santa Clara fez o Leixões provar o seu próprio ‘veneno’ aos 18 minutos, num lance em que aproveitou um desequilíbrio defensivo do Leixões e o cruzamento largo de Andrezinho encontrou Rildo Filho, que, com total liberdade, fletiu para o centro e desferiu um remate cruzado e potente, fazendo o 1-0.

O Santa Clara sofreu um golpe duro aos 29 minutos, com a expulsão do central Tassano, que travou Ricardo Valente em falta quando este já o tinha ultrapassado. A partir daí, o jogo começou gradualmente a mudar de rumo a favor dos locais.

O Leixões entrou melhor na segunda parte e Thalis, aos 51 minutos, empatou, com um remate que sofreu um ligeiro desvio e não deu hipótese a Gabriel Batista.

Os matosinhenses tinham tomado conta do jogo, enquanto o Santa Clara sentia dificuldades para sair do seu meio-campo, não sendo de estranhar o 2-1, estabelecido por FAbinho, aos 60, através de um remate colocado.

O Santa Clara ainda pediu penálti aos 62 minutos, num lance em que a bola foi ao braço esquerdo de Brunão, mas o árbitro entendeu não ser motivo para tal.

A partir daí, o Leixões geriu a vantagem e o Santa Clara, muito desgastado, sentiu dificuldades para ter bola e acercar-se da baliza contrária.

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

  • Leixões – Santa Clara, 2-1.
  • Ao intervalo: 0-1.

Marcadores

  • 0-1, Rildo Filho, 18 minutos.
  • 1-1, Thalis, 51.
  • 2-1, Fabinho, 60.

Equipas

– Leixões: Beunardeau, João Amorim, Brunão, Calasan, Joel, Thalis (Ben Hassan, 69), Zag (Paulo Alves, 86), Fabinho (Rafa, 78), Kiki, João Oliveira (Erivaldo, 70) e Ricardo Valente (Zé Eduardo, 78).

(Suplentes: Stefanovic, Zé Eduardo, Erivaldo, Paulo Alves, Agostinho, Miguel Ângelo, Bem Hassan, Morais e Rafa).

Treinador: Vítor Martins.

– Santa Clara: Gabriel Batista, Diogo Calila, Paulo Eduardo, Tassano, Quintilla, Rodrigo Valente (Pedro Bicalho, 66), Bobsin, Andrezinho (Stevanovic, 67), Bruno Almeida (Ítalo, 36), Rildo Filho (Ricardinho, 46) e Matheus Babi (Tagawa, 75).

(Suplentes: Ricardo Fernandes, Tagawa, Ricardinho, Stevanovic, MT, Pedro Bicalho, Ítalo, João Lima e Pierre Sagna).

Treinador: Mário Silva.

Árbitro: António Nobre (AF Leiria).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Ricardo Valente (33,), Rildo Filho (41), João Amorim (56), Paulo Eduardo (57), Thalis (58) e Rafa (84). Cartão vermelho direto para Tassano (29).

Pub