Pub

O Presidente de Junta de Freguesia de Rabo de Peixe, Jaime Vieira, mostrou-se satisfeito com as várias visitas do Secretário Regional das Pescas, Manuel São João, a Rabo de Peixe no espaço de uma semana. A primeira destas visitas foi para assinalar o Dia do Pescador, a convite da Associação 7 Mares, demonstrando a importância da comunidade piscatória de Rabo de Peixe.

Nas diversas visitas a Rabo de Peixe, o Secretário Regional das Pescas foi conhecer a real dimensão das pescas na Vila através do contacto com algumas associações e, mais importante, do contacto direto com os próprios pescadores e armadores.

Jaime Vieira acredita que o facto de um Secretário Regional ter estado três vezes em Rabo de Peixe, no espaço de oito dias de permanência em São Miguel, é um claro sinal da preocupação que o Governo regional tem evidenciado pelo que se passa no maior porto de pescas dos Açores.

O Presidente da Junta de Freguesia de Rabo de Peixe defende que “esta forma de fazer política através do contacto direto com os pescadores locais faz toda a diferença, pois para se resolver os problemas do setor é preciso conhecer a realidade tal como ela é”.

Pub

Em concreto, a falta de lula nos mares dos Açores tem sido um grave problema para os pescadores de Rabo de Peixe, bem como a falta de escoamento do chicharro e o horário das lotas, que são problemas que o setor atravessa e para os quais urge tentar encontrar uma solução.

Neste sentido, Jaime Vieira ficou agradado com a disponibilidade demonstrada por Manuel São João no sentido de tentar resolver os problemas que o setor das pescas atravessa, garantindo que tudo fará para resolver parte dos problemas dos pescadores de Rabo de Peixe, em particular, e dos pescadores de São Miguel, no geral.

Durante a visita do Secretário Regional das Pescas a Rabo de Peixe, o Presidente da Junta de Freguesia teve oportunidade de abordar a necessidade de requalificação da zona litoral da Vila. Uma questão que a Junta de Freguesia pretende levar a cabo já no próximo orçamento regional, pois se tratar de uma preocupação partilhada com a tutela. Assim, com a requalificação da zona litoral de Rabo de Peixe, a possibilidade de ali ver nascer uma zona balnear começa a tomar forma como uma realidade num futuro próximo.

Pub