JSD referenda drogas leves a partir dos 21 anos em 22 de fevereiro de 2020

Presidente da JSD, Margarida Balseiro Lopes

A Juventude Social-Democrata (JSD) vai realizar um referendo interno sobre a legalização do consumo de drogas leves, a partir dos 21 anos, em 22 de fevereiro de 2020, decidiu este sábado o Conselho Nacional da organização juvenil.

Segundo a presidente da JSD, Margarida Balseiro Lopes, a data da consulta nacional aos militantes sobre este assunto foi aprovada por unanimidade pelos conselheiros nacionais, reunidos extraordinariamente no Fórum Cultural Transfronteiriço, no Alandroal, Évora.

“Concordas com a despenalização e regulamentação da venda de cannabis para fins pessoais por adultos com idade igual ou superior a 21 anos”, será a pergunta a que os membros da JSD vão ser chamados a responder dentro de cerca de dois meses.