Pub

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, enalteceu hoje o legado e o futuro das romarias quaresmais de São Miguel, reiterando que “tudo” fará apoiar o objetivo de tornar o fenómeno Património Imaterial da Unesco.

Falando em Ponta Delgada, na sessão formal de abertura das comemorações dos 500 Anos das Romarias Quaresmais de São Miguel, José Manuel Bolieiro lembrou a “resiliência de uma identidade” que foi forjada com as romarias, uma “prática secular que hoje se transformou num verdadeiro património cultural e material” do povo.

“Bem hajam aos romeiros de hoje, aos de todos os tempos, eles e elas, mais novos e mais velhos. Pelo passado, teremos futuro”, prosseguiu o governante.

Tornar as romarias Património Imaterial da Unesco seria um “ato de justiça e reconhecimento”, acrescentou ainda.

Depois da sessão de abertura, José Manuel Bolieiro deslocou-se da Câmara Municipal de Ponta Delgada para o centro histórico da cidade, onde inaugurou uma mostra fotográfica alusiva às romarias.

A manhã terminou com uma Celebração Eucarística na Igreja Matriz de São Sebastião.

Pub