PUB

O novo treinador do Santa Clara, Jorge Simão, afirmou hoje que o “único milagre” que pode prometer é o do trabalho, elogiando a qualidade da equipa que ocupa o 15º. lugar da I Liga de futebol.

“Normalmente, quando as coisas não estão bem, ao treinador que entra é esperado que faça milagres. Acho importante dizer, dando-me um pouco a conhecer aos adeptos do Santa Clara, que o único milagre que posso prometer neste momento é o milagre que resulta do nosso trabalho”, afirmou aos jornalistas.

Jorge Simão falava hoje no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, na apresentação como novo treinador do conjunto açoriano, rendendo Mário Silva, que abandonou o clube a 06 de janeiro.

PUB

O novo treinador, que foi oficializado na quarta-feira, já orientou a formação insular no encontro diante do Portimonense na sexta-feira (0-0).

O técnico elogiou os jogadores pelo “desempenho coletivo” na última partida do campeonato.

“Fiquei realmente surpreendido com a energia positiva que os jogadores demonstraram em jogo [frente ao Portimonense]. Não só aqueles que estiveram dentro de campo como aqueles que estiveram no banco. Foi uma energia que tem de servir como matriz da nossa identidade”, reforçou.

Jorge Simão considerou que uma das suas “principais missões” é “criar coesão” no plantel açoriano, elogiando a qualidade dos jogadores.

“O meu objetivo, mais do que ensinar estes jogadores a jogar, é colocá-los a jogar como uma equipa. Conseguindo fazer isso estamos, obviamente, muito mais preparados para ganhar com mais frequência e sair destes lugares desconfortáveis [na classificação]”, reforçou.

O técnico revelou que a sua “preocupação” é “tirar o máximo rendimento dos jogadores à disposição”.

“Acredito que os nossos melhores reforços para esta segunda metade da época estão cá dentro. Acredito nisto. Acredito que pode e vão existir jogadores que apareçam num registo diferente do da primeira metade da época”, referiu.

Simão, que estava sem clube desde dezembro de 2021 (altura em que rescindiu com o Paços de Ferreira), assinou um contrato válido até ao final da temporada com o Santa Clara.

Em Portugal, enquanto treinador principal, Simão, de 46 anos, conta com passagens pelo Boavista (2017/18 e 2018/19), Sporting de Braga (2016/17), Desportivo de Chaves (2016/17), Paços de Ferreira (2015/16 e 2021/22), Belenenses (2015/16), Mafra (2014/15) e Atlético (2013/14).

No estrangeiro, o treinador orientou o Al-Fayha da Arábia Saudita (2019/20) e os belgas do Mouscron (2020/21).

Os açorianos ocupam o 15º. lugar da I Liga com 14 pontos em 16 jogos.

Na próxima jornada, os açorianos vão receber o Benfica às 17:00 locais (18:00 no continente) no sábado, no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

Pub