Pub

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, considerou hoje que a sua equipa tem de jogar “o dobro ou o triplo da época passada”, em termos de qualidade de futebol, para poder ter ambições de vencer títulos esta temporada.

Na antevisão à ronda inaugural da I Liga portuguesa, que os ‘encarnados’ disputam esta sexta-feira em casa do Famalicão, Jorge Jesus reconheceu que a equipa ainda tem de evoluir.

“Se não puser o Benfica a jogar o dobro ou o triplo do ano passado, não ganha. Ainda não estamos nesse patamar, mas equipa tem qualidade para o fazer, estamos num clube onde não falta nada”, disse o técnico.

Apontando o talento dos seus jogadores, Jorge Jesus está confiante que as exibições da equipa terão “nota artística”, esperando que nesta entrada do campeonato nacional o grupo dê uma boa resposta, após a eliminação da Liga dos Campeões, na terça-feira, frente aos gregos do PAOK.

“Sabemos que vamos crescer muito e espero que amanhã (sexta-feira) estejamos tão confiantes como estávamos quando chegámos à Grécia. Foi um percurso que não nos saiu como pensávamos, mas a vida é caminhando e temos muitos objetivos para conquistar”, partilhou Jorge Jesus.

O treinador do Benfica reconheceu alguma “desvantagem” em relação ao Famalicão, uma vez que os jogos de preparação dos minhotos, nesta pré-época, não foram televisionados, mas espera um adversário “de qualidade” e um jogo que “não será fácil”.

“Não temos um conhecimento profundo, mas conhecemos o Famalicão em função dos jogadores e do seu treinador. Temos a certeza de que vamos apanhar um adversário com qualidade. O seu treinador já tem uma história de um ano com esta equipa, mesmo tendo mudado jogadores. Nesta Liga não há jogos fáceis”, analisou o técnico dos lisboetas.

Jorge Jesus admitiu que a sua equipa possa estar um pouco fatigada, depois do compromisso de terça-feira, frente ao PAOK, mas garantiu que o grupo tem várias alternativas para poder promover mudanças se for necessário.

“Em relação às épocas anteriores, temos a vantagem de agora se poder fazer cinco substituições, o que dá alguma segurança, mesmo para alguns jogadores que não estejam tão bem durante o jogo. O Benfica tem qualidade para poder mexer na equipa”, sublinhou.

Ainda durante a antevisão ao desafio frente ao Famalicão, Jorge Jesus foi questionado sobre quem parte como favorito para a conquista do campeonato nacional, direcionando esse estatuto para o rival FC Porto.

“Os favoritos são os que ganham, não os que não ganham. O campeão em título é o FC Porto. Respeito esse título, mas, como treinador do Benfica, quero conquistá-lo. Respeito não tem nada que ver com ambição, e a nossa é sempre para ganhar”, disse o treinador das ‘águias’

A formação lisboeta, que veio diretamete da Grécia para o norte do país, estando concentrada numa unidade hoteleira de Vila Nova de Gaia, realizou esta manhã um treino no estádio do Bessa, no Porto.

O jogo entre Famalicão e Benfica está agendado para esta sexta-feira, às 19:00, no estádio municipal de Famalicão, e terá arbitragem de Luís Godinho, da Associação de Futebol de Évora.

Pub