Jorge Jesus assume favoritismo, mas pede concentração para evitar surpresa grega

“Amanhã [quarta-feira] o Olimpiacos vai demonstrar aqui que é uma excelente equipa e vai criar-nos imensos problemas. Se quisermos dar algum favoritismo podemos dar ao Sporting, porque está à frente no grupo”, começou por alertar Jorge Jesus, em conferência de imprensa.

Com um empate frente aos gregos os ‘leões’ garantem o terceiro lugar e consequente apuramento para a Liga Europa, podendo ainda chegar à última jornada do grupo D com hipóteses de passar aos oitavos da prova milionária, mas não dependendo apenas de si.

“A única coisa que podemos fazer é jogar para dois resultados, a outra [equipa] joga só para um. O Sporting vai jogar com o pensamento de ganhar e aí garante logo uma posição, que é o que nós queremos e também ir para Barcelona com um objetivo conquistado. À partida para este grupo ninguém esperava que o Sporting neste momento estivesse a disputar este apuramento”, lembrou o treinador ‘leonino’.

Na antevisão da partida, o líder da equipa recordou a vitória (3-2) da primeira jornada, na Grécia, porém alertou que o encontro em Alvalade será diferente, frisando que só um Sporting muito forte conseguirá vencer novamente para evitar alguma surpresa.

“Cartas na manga vão ter várias, porque têm bons jóqueres, é uma equipa forte e melhorou no ponto de vista defensivo com este novo treinador. Os elogios feitos ao Sporting são em função do que temos feito na ‘Champions’, onde surpreendemos muita gente. Mas também podemos ser surpreendidos se não estivermos a esse nível amanhã [quarta-feira]”, admitiu.

Sem poder contar com os lesionados Marcus Acuña, Seydou Doumbia e Jonathan Silva, bem como com o castigado Coates, Jorge Jesus assegurou que Cristiano Piccini, Jérémy Mathieu e William Carvalho estão recuperados para a partida.

Também o central André Pinto marcou presença na conferência, na qual revelou que o plantel tem noção da importância de somar os três pontos para manter vivas as esperanças de passar aos oitavos de final.

“O grupo de trabalho está ciente da responsabilidade e da importância do jogo. Sabemos que temos duas chances em aberto e acreditamos que vai ser possível apurar para continuar na Liga dos Campeões. Temos que entrar concentrados”, argumentou.

Presumível titular na partida frente aos gregos, o central português tem aproveitado as ausências das principais escolhas de Jorge Jesus para o eixo defensivo, salientando que “todos trabalham com o mesmo intuito” de quando são chamados “dar o seu o melhor em prol dos objetivos coletivos”.

Na quarta-feira, o Sporting, terceiro classificado do grupo D, com quatro pontos, recebe o Olympiacos, último com apenas um, no Estádio José Alvalade, pelas 19:45, numa partida que será dirigida pelo árbitro alemão Felix Zwayer.

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.