João Castro salienta bom desempenho nacional na execução do FEADER

O coordenador do PS em matérias de Agricultura, João Castro, sublinhou hoje a boa execução portuguesa no Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural (FEADER). “Com uma execução próxima dos 100%, Portugal é o terceiro país da União, na execução de fundos comunitários FEADER”, afirmou.

João Castro questionava o CDS, no âmbito da declaração política do partido, que se centrou nas questões de agricultura. “O programa de Governo em execução prevê uma despesa de 1.167 milhões de euros, permitindo executar 615 milhões em fundos comunitários”, afirmou. “Mais de 50% do orçamento inclui transferências para os agricultores e para as empresas”, frisou, lembrando que as generalidades dos organismos do Ministério veem reforçadas as suas dotações, com reforço de recursos humanos, resolvendo questões de precaridade.

“A crise do leite foi e está a ser enfrentada de frente, sem empurrar o problema”, afirmou, ainda, sem esquecer a reforma da floresta, que disse que se projetará no médio longo prazo, “com um cadastro que vê criadas as condições para finalmente avançar em Portugal”, tendo como suporte “um Fundo Florestal Permanente, que inclui um acréscimo de investimento (de cerca de 15 ME), sendo expectável o aumento da sua dotação (de mais 30 ME para a floresta portuguesa).

“Trata-se de um corte objetivo com os sucessivos défices de investimento, anteriores”, notou. “Foram herdados problemas de passado, que não deveriam ter existido, de que é exemplo o buraco financeiro nas medidas agroambientais”, criticou.

João Castro reconheceu que ainda há muito fazer, até porque este conjunto de reformas acontece “num quadro de contenção e de rigor que os tempos exigem, permitindo corresponder aos compromissos externos do país”. O parlamentar açoriano defendeu, no entanto, que, estando a agricultura portuguesa melhor estruturada e organizada, estão criadas as condições para um reforço no quadro comunitário que se avizinha e apelou aos centristas para que se juntem neste objetivo que deve ser desígnio nacional.