Pub

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje que o investimento de 10 milhões de euros em 146 projetos de modernização de explorações agrícolas aprovados na ilha do Pico, no âmbito do programa PRORURAL+, constitui um sinal inequívoco de confiança dos agricultores no futuro do setor, contribuindo para aumentar a competitividade e reduzir custos de produção.

“No PRORURAL+, com uma taxa de execução superior a 70% e uma taxa de compromisso superior a 90%, constata-se que já foram aprovados nos Açores 845 projetos de modernização, com um investimento de 85 milhões de euros, dos quais 146 projetos são da ilha do Pico, representando um investimento de 10 milhões de euros, ilha onde também se instalaram no setor 46 jovens agricultores”, referiu João Ponte, acrescentando que se trata de investimentos reprodutivos que contribuem para reduzir custos de produção e capacitar o setor para melhor enfrentar desafios futuros.

O governante falava na inauguração de dois reservatórios de abastecimento de água, na Prainha, com capacidade para 500 metros cúbicos, e na consignação da empreitada de construção do caminho rural da Rosada, numa extensão de 2.080 metros, cerimónia presidida pelo Presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro.

No último dia da visita estatutária do Governo Regional à ilha do Pico, João Ponte destacou que está em causa um investimento público global de quase meio milhão de euros, que vai beneficiar 110 explorações agropecuárias, numa área de 800 hectares.

“Temos hoje nos Açores mais agricultores com acesso a água, mais explorações com acesso a eletricidade, caminhos agrícolas mais seguros e com melhores condições, fruto dos investimentos que têm sido realizados”, considerou João Ponte, alegando que, deste modo, o Governo Regional está a pugnar pelo fortalecimento do setor agrícola e a garantir a sua sustentabilidade futura.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas destacou que, na atual legislatura, o investimento em infraestruturas agrícolas foi uma prioridade para o Governo dos Açores, com a realização de obras em todas as ilhas.

“Nesta legislatura serão investidos 26,3 milhões de euros na modernização das infraestruturas agrícolas nos Açores, ou seja, mais 14 milhões de euros do que foi investido entre 2013 e 2016”, revelou João Ponte, acrescentando que, só na ilha do Pico, serão investidos um total de dois milhões de euros em abastecimento de água e caminhos agrícolas.

O governante reconheceu que não está tudo feito, pelo que será necessário continuar a investir em mais infraestruturas agrícolas, revelando que foi decidido na última reunião do Conselho de Governo avançar com dois projetos de abastecimento de água nos concelhos da São Roque do Pico e da Madalena e até ao final do mês será conhecido o resultado do estudo de diagnostico às necessidades de água nas explorações agrícolas de várias ilhas, que a IROA encomendou à Universidade dos Açores, um documento fundamental para ajudar o Executivo a planear futuros investimentos neste domínio.

Pub