PUB

A inspeção ao porto das Lajes das Flores, nos Açores, afetado pelo mau tempo, está dependente da melhoria das condições meteorológicas e só deverá acontecer “na quarta ou quinta-feira”, revelou hoje à Lusa a autoridade marítima.

O capitão do Porto de Santa Cruz das Flores, João Manuel Mendes Cabeças, explicou à agência Lusa que as condições do mar “ainda não permitem” a realização de mergulhos para uma inspeção junto ao cais do único porto comercial da ilha.

“Será realizada uma inspeção junto ao cais. Mas, em termos de mar, ainda não existem condições. Talvez para quarta ou quinta-feira, com a melhoria do tempo”, explicou João Mendes Cabeças.

PUB

Segundo o capitão do Porto, a inspeção será realizada por “mergulhadores da Polícia Marítima”, dois dos quais de Ponta Delgada e dois provenientes do continente que deverão chegar à ilha das Flores “entre hoje ou terça-feira”.

“Vamos contar ainda com o apoio de mergulhadores da empresa que está a fazer as obras no porto”, acrescentou.

A forte agitação marítima que se registou nos Açores durante o fim-de-semana “fez com que fossem arremessadas”, para o interior da baía do porto, “pedras que constituíam o antigo quebra-mar”, segundo explicou no domingo João Mendes Cabeças.

A infraestrutura portuária está encerrada desde sábado à navegação, devido ao mau tempo, mas o Governo Regional dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM) já garantiu que está assegurado o abastecimento às Flores.

O molhe do porto das Flores ficou destruído na sequência da passagem do furacão Lorenzo, em outubro de 2019, originando constrangimentos no abastecimento à população.

Em 21 de outubro a operacionalidade do Porto das Lajes das Flores foi reposta com a primeira atracação do navio “Monte da Guia” na nova ponte-cais, entretanto construída.

Na ocasião, a empresa Portos dos Açores, responsável pela gestão portuária na região, lembrou que a conclusão da nova ponte-cais integra uma “fase intermédia” da empreitada de construção do novo molhe principal do porto, que tem “elevada complexidade técnica e permanente exposição às desafiantes” condições atmosféricas.

De acordo com a empresa, o projeto do porto para repor “definitivamente” a capacidade portuária da infraestrutura das Lajes das Flores tem previsão de lançamento de procedimento concursal “no primeiro trimestre de 2023” e a obra deverá ficar concluída “até final de 2028”.

Pub