Infarmed alerta para ilegalidade de mais produtos para emagrecimento e disfunção erétil

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) alertou para a existência de mais dois produtos para emagrecimento e outro de disfunção erétil que contêm substâncias que só podem ser utilizadas em fármacos e sem autorização de venda em Portugal.

Segundo uma nota do Infarmed, os três produtos, que foram agora detetados na Alfândega, contêm substâncias que só podem ser usadas em medicamentos e a sua utilização é proibida em Portugal.

Na nota disponível hoje na página da Internet da Autoridade do Medicamento, o Infarmed alerta para a ilegalidade do produto “Stiff Days”, em cápsulas, que contém substâncias destinadas ao tratamento da disfunção erétil.

Partilha