Ilhéu de Vila Franca do Campo recebe este fim de semana a etapa açoriana do Red Bull Cliff Diving World Series

Está já em contagem decrescente mais uma edição da etapa açoriana do RED BULL CLIFF DIVING WORLD SERIES.

Na próxima quarta feira – dia 19 de Junho – pelas 14h30 começam a chegar ao Aeroporto João paulo II, alguns dos protagonistas desta competição.

Neste campo, especial destaque para o britânico GARY HUNT – atual Campeão do circuito mundial e líder da classificação geral.

Ano após ano, os Açores vão cimentando o seu estatuto de grande clássico do calendário do Red Bull Cliff Diving World Series.

O encontro na única etapa onde ainda se pode reviveras origens desta modalidade extrema, com saltos realizados diretamente a partir das rochas,volta a acontecer nos dias 21 e 22 de junho, no ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel.Campeões chegam na máxima força, Orlando Duque ausente pela primeira vez.

Com três etapas já disputadas, o Red Bull Cliff Diving World Series 2019 viaja nos próximos dias 21 e 22 de junho até às paisagens intocadas do ilhéu de Vila Franca do Campo.

Trata-se da oitava visita consecutiva do circuito mundial de saltos para a água de grande altura, o que confere aos Açores o estatuto da mais antiga referência do calendário.

Para os 23 atletas de 14 países convocados para a competição, entre elementos do quadro permanentee wildcards, esta é uma oportunidade única.

De todas as etapas do calendário, só os Açores oferecem a possibilidade de saltar diretamente das rochas, um tributo às origens do desporto nascido há mais de 200 anos no Havai.

Entre o desafio das rochas, onde a maior proximidade com a terra exige uma enorme capacidade de impulsão, e os saltos mais complexos a partir das plataformas de 21 e 27 metros, a ação promete grande emoções.

Do ponto de vista desportivo, os atuais Campeões do Red Bull Cliff Diving World Series chegam à ilha de São Miguel na máxima força.

A australiana Rhiannan Iffland está invicta, com três vitórias emtrês etapas, enquanto o britânico Gary Hunt está isolado no comando com uma margem confortável.

Hunt já venceu por três vezes a etapa açoriana, mas falhou esta conquista nas duas últimas edições.

Ainda assim, o britânico de 35 anos é sempre favorito e desta vez não vai contar com a oposição do veterano Orlando Duque.

O colombiano, que no ano passado sofreu uma queda e foi forçado a desistir, está pela primeira vez fora do quadro permanente e só participa em algumas das etapas como wildcard.

Toda a ação nos Açores pode ser acompanhadana Red Bull TV, a partir das 14:30h de sábado (22 de junho) emhttps://www.redbull.com/int-en/tv/live/AP-1Y7YTE9BW1W11/azores-portugal, no site oficial em www.redbullcliffdiving.com ou em direto na antena da SIC Radical, a partir das 13:55h.