PUB

O presidente do Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM), José Manuel Bolieiro, revelou hoje que a ilha de Santa Maria, que tem mais de cinco mil habitantes, já tem uma cobertura de 100% de médicos de família.

“Hoje ficou aqui assegurado com a contratação de mais um médico para a unidade de saúde da ilha de Santa Maria que temos condições para garantir médico de família a todos os marienses que o queiram ter”, afirmou.

O líder regional falava hoje aos jornalistas em Vila do Porto após a reunião do Conselho de Ilha, que durou cerca de quatro horas.

PUB

O Governo Regional está desde domingo a realizar uma visita estatutária de três dias à ilha de Santa Maria, a mais oriental do arquipélago açoriano.

Para Bolieiro, a “cobertura de 100%” de médicos de família demonstra o sucesso das políticas de saúde do executivo regional.

“Não haverá nenhum mariense – a não ser que não queira – sem médico de família”, reforçou.

Naquela que foi a última visita estatutária do Governo Regional em 2022, o chefe do executivo destacou que as “acessibilidades é um tema comum a todas as ilhas” e anunciou um reforço de voos para Santa Maria durante o próximo verão.

“Ficou assegurado, como é nosso compromisso e um objetivo da SATA, que o próximo verão IATA vai ter um aumento de lugares disponíveis e até ao limite de cinco voos diários”, revelou.

A presidente do Conselho de Ilha, Dulce Resendes, reconheceu o “aumento significativo” dos voos para a próxima época alta, mas alertou que é preciso dar resposta à procura.

“Nós não queremos é que não haja procura e uma oferta correspondente. Se queremos um turismo sustentado em Santa Maria, temos de ter oferta”, sinalizou.

Dulce Resendes disse ainda ter recebido com “muita satisfação” o anúncio do aumento da cobertura dos médicos de família.

“Está a ser feito um investimento ao nível da unidade de saúde. O próprio facto de a unidade apresentar défice de instalações tem a ver com o aumento do quadro de pessoal técnico”, destacou.

A ilha de Santa Maria, composta apenas por um concelho, Vila do Porto, tem 5.414 habitantes, segundo o Censos de 2021.

Segundo o Estatuto dos Açores, o Governo Regional tem de visitar cada uma das ilhas do arquipélago pelo menos uma vez por ano, com a obrigação de reunir o Conselho do Governo na ilha visitada.

O Conselho de Ilha é um órgão consultivo do Governo dos Açores composto pelos presidentes das câmaras e assembleias municipais da ilha, por quatro membros eleitos por cada assembleia municipal, por três presidentes de junta de freguesia e um representante do Governo Regional (sem direito a voto).

No conselho, têm ainda assento dois representantes do setor empresarial, dos movimentos sindicais e das associações agrícolas.

Estão também representadas as Instituições Particulares de Solidariedade Social, as associações ambientais não governamentais e as associações de defesa da igualdade de género nas ilhas em que estas tenham sede.

Pub