Hugo Soares defende referendo sobre eutanásia

O líder parlamentar do PSD, Hugo Soares, afirmou hoje que o partido deve defender um referendo sobre a despenalização da morte assistida, uma vez que os sociais-democratas nunca discutiram o assunto internamente.

“Eu queria dizer ao Congresso Nacional do meu partido que, se quiserem iniciar o processo legislativo no parlamento, temos obrigação de ouvir o povo português e fazer um referendo”, afirmou perante o 37.º Congresso PSD, salientando que os sociais-democratas nunca debateram internamente o tema da eutanásia.

O ainda presidente da bancada do PSD — estão marcadas eleições para a bancada para a próxima quinta-feira — propôs ainda a constituição de uma Comissão parlamentar de Inquérito sobre a atuação da Segurança Social no âmbito do caso de suspeitas adoções ilegais de crianças que estavam à guarda do Estado por elementos da Igreja Universal do Reino de Deus.

“As comissões de inquérito não podem só servir para apurar o que se passou no sistema financeiro. Se o Estado falhou temos de saber porque falhou para que não volte a falhar”, referiu.