Pub

Hugo Bettencourt considera que a construção de uma incineradora sobredimensionada em relação à quantidade de resíduos que a Terceira produz foi um erro grave de Álamo Meneses, que teve o apoio do PSD e do CDS. O candidato do Bloco de Esquerda à autarquia de Angra do Heroísmo defende que o caminho deve passar pela redução da produção de resíduos e por medidas que aumentem a reciclagem.

O facto de a incineradora estar sobredimensionada leva a que seja queimado lixo que devia ser reciclado e isso vai traduzir-se no incumprimento das metas definidas pela União Europeia para a reciclagem pelos Açores.

O Bloco de Esquerda sempre esteve contra a construção desta mega-incineradora e sempre apresentou alternativas viáveis e ambientalmente sustentáveis.

Hugo Bettencourt insiste que há medidas que têm que ser aplicadas durante o próximo mandato autárquico, como a recolha seletiva porta-a-porta em todo o concelho, com distribuição de ecopontos às pessoas, um sistema que, nos locais em que é aplicado, já demonstrou trazer bons resultados.

Pub

Além disso, o candidato do Bloco defende a criação de incentivos como a isenção da tarifa de resíduos a quem implementar boas práticas na gestão dos seus resíduos.

Estender a rede de bebedouros públicos a todo o concelho de Angra é outra ideia defendida pela candidatura do Bloco e que terá como consequência uma redução significativa na utilização de garrafas de plástico.

Ainda sobre a proteção do meio-ambiente, uma das marcas fortes desta candidatura, Hugo Bettencourt defende a implementação de um plano de rearborização em todo o concelho, com recurso a árvores autóctones, assim como apostar na melhoria da eficiência energética dos edifícios geridos pela autarquia e promover uma política de compras ecológicas por parte dos serviços municipais.

Pub