Pub

No dia 23 de novembro de 2021 realizou-se o 9º Congresso Nacional dos Economistas na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, com a presença dos mais prestigiados Economistas e Gestores do País, da Direção Nacional da Ordem dos Economistas, da Presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Isabel Mota, entidades oficiais, o Primeiro Ministro e com o encerramento do Bastonário da Ordem dos Economistas Rui Leão Martinho.

No Programa realizou-se uma reflexão sobre a Recuperação, as Pessoas, as Empresas e o Estado em Portugal e no final foram atribuídos os Prémios Carreira, que nesta edição contemplou o economista açoriano Gualter Furtado, diplomado pelo Instituto Superior de Economia da Universidade Técnica de Lisboa, que presentemente tem a designação de ISEG, Prémio que segundo a Ordem dos Economistas se deveu “aos relevantes cargos que, com saber e competência, desempenhou ao longo da sua carreira”.

Este Prémio instituído pela Ordem dos Economistas é um reconhecimento aos economistas que “desenvolveram as suas atividades com talento, profissionalismo e ética”.

Pub

Gualter Furtado disse que “foi com muito orgulho que recebi hoje na Fundação Calouste Gulbenkian o Prémio Nacional de Carreira da Ordem dos Economistas, juntando o meu nome ao do Silva Lopes, Hernani Lopes e Simões Lopes, juntando assim o meu nome ao destes distintos Economistas”.

“E que esta distinção seja um incentivo aos jovens açorianos para acreditarem que é possível chegarmos na nossa profissão tão longe como os melhores dos melhores, mesmo que tenhamos nascido no Vale das Furnas”, disse o economista açoriano

Pub