Gualter Furtado: Famílias do Vale das Furnas (1671-2017) de Luís Miguel Rodrigues Martins

É um trabalho de Fundo, pelo período abrangido e por não deixar nenhuma Família do Vale das Furnas sem ser contemplada.

É um trabalho democrático porque trata de todas as Famílias do Vale das Furnas desde as com origens mais modestas em termos financeiros até às Famílias nobres e com títulos nobiliárquicos. A que acrescem Famílias e pessoas que, não residindo no Vale, em certo período das suas vidas por lá passaram e em alguns casos se apaixonaram por aquela paradisíaca terra, fixando-se nela temporariamente.

É pioneiro porque centra o seu principal objeto no Vale das Furnas, isto é, numa Freguesia, o que é inédito, já que as Genealogias que eu conheço baseiam a sua investigação em Países, ou Regiões, ou Ilhas e, no limite, nos Concelhos.

Os sete grandes volumes são apoiados por um livro com os Índices o que facilita muito a consulta da narrativa sobre as diferentes Famílias. Apoiando a narrativa com algumas imagens e fotos e que enriquecem muito este trabalho. É interessante verificar como alguns descendentes de Furnenses são tão parecidos com os seus antepassados.É a genética a cumprir com a sua função.

Esta Obra do Dr. Luís Miguel Rodrigues Martins não se limita ao estudo das diferentes Famílias que deram vida a 346 anos de presença no Vale das Furnas, mas é também uma História do Vale praticamente desde o povoamento da Ilha de São Miguel, mesmo quando as Furnas eram um local desabitado e metia medo pela exuberância da sua natureza e suas manifestações vulcânicas, não fosse o Vale das Furnas um Vulcão ativo.

Nesta História podemos confirmar o progressivo povoamento do Vale, as funções que desempenhou, as atividades que lhe deram vida, o papel central da Igreja a começar pelo rigor, inovação e empreendedorismo dos Jesuítas, a força extraordinária das suas variadas águas, o poder de destruição dos cataclismos, a sua tendência Cultural, a centralidade e pioneirismo no turismo açoriano que sempre o distinguiu, a emigração e até o património edificado. Em síntese, da leitura dos sete volumes sobre as Famílias do Vale das Furnas e do livro de índices ficamos a conhecer a História de uma das mais características e belas Freguesias dos Açores, de Portugal e mesmo do Mundo.

Com esta publicação ganharam as Famílias das Furnas e os seus descendentes, ganharam os Açores por passarem a dispor de mais um instrumento de estudo sistematizado sobre uma das suas mais emblemáticas Freguesias, enriquecendo o património cultural da Região Autónoma dos Açores, e ganharam os estudiosos da área das genealogias por terem ao seu dispor tanta informação organizada e relevante.

Parabéns!

Os Furnenses e Os Amigos do Vale das Furnas têm de marcar presença no próximo dia 19 de Julho pelas 20h na Igreja de Nossa Senhora da Alegria das Furnas e no dia 25 de Julho pelas 18h00 na Biblioteca Pública de Ponta Delgada e Arquivo Regional para festejarmos com o autor esta Obra dedicada a um Povo que ousou desafiar e conviver com um Vulcão.

[pdf-embedder url=”https://jornalacores9.pt/wp-content/uploads/2019/07/Convite25Julho-1.pdf”]