PUB

O Grupo Parlamentar do CDS-PP reage com profunda estupefação ao comunicado do PS/São Miguel relativo ao empreendimento Foros do Solmar, que serve única e exclusivamente para desviar as atenções de anos e anos de incompetência na condução da política de habitação regional, concretamente neste processo.

O PS/São Miguel afirma que o empreendimento está parado há dois anos, ignorando deliberadamente que o atual Executivo Regional recebeu, como legado, uma mão cheia de nada sobre os Foros do Solmar.

Segundo a líder parlamentar do CDS/Açores, Catarina Cabeceiras, foi este Governo, mais especificamente a Vice-Presidência, que possibilitou a aquisição deste empreendimento habitacional, que, de facto, já se arrastava há algum tempo, mas por manifesta incompetência do anterior governo e da então Secretária Andreia Cardoso que deixou o processo sem condições de avançar.

PUB

A aquisição do empreendimento Foros do Solmar, em Vila Franca do Campo, como já foi comunicado pelo Executivo, permitiu reduzir os encargos financeiros para a Região. Para Catarina Cabeceiras esta decisão demonstrou a proatividade por parte do Vice-Presidente, Artur Lima, em cumprir com os compromissos de trabalhar em prole de uma habitação condigna para todos os açorianos.

A líder do Grupo Parlamentar do CDS/Açores considera ainda que a estratégia utilizada pelo PS é a de recorrer à mentira para tentar desinformar as pessoas e obter ganhos políticos com isso. Tal estratégia só demonstra que o PS não é uma alternativa governativa fidedigna nem está preocupado, como devia, com o futuro da política de habitação.

Catarina Cabeceiras destaca que é essencial o aumento da oferta pública de habitação nos Açores, por ser uma das principais reivindicações dos cidadãos, congratulando a ação que tem vindo a ser desenvolvida pela Vice-Presidência do Governo em garantir o apoio não só as famílias mais carenciadas, por via da habitação social, mas também aos jovens e à classe média.

Catarina Cabeceiras realça que a boa notícia a salientar é o lançamento do concurso para a empreitada dos Foros do Solmar, que resultará na disponibilização de 23 habitação para arrendamento com opção de compra para os micaelenses e não a tentativa infundada e hipócrita do PS/São Miguel em desmerecer este anúncio.

Pub