Técnicos de operações aeroportuárias da Aerogare Civil das Lajes em greve às horas extraordinárias

Os técnicos das operações aeroportuárias da Aerogare Civil das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, iniciam na quarta-feira uma greve às horas extraordinárias, reivindicando a revisão da carreira e um reforço de pessoal.

Os Técnicos das Operações Aeroportuárias da Aerogare Civil das Lajes da Ilha Terceira, vão iniciar no próximo dia 4 de dezembro de 2019 uma greve prolongada às horas extraordinárias, que se estenderá até ao dia 31 deste mesmo mês, inclusive, pelo impasse negocial e pela falta de diálogo quanto à proposta de estruturação da respectiva carreira apresentada pela Secretaria da tutela, que segundo o sindicato SINtap, desvaloriza e discrimina a sua carreira e funções em relação aos seus colegas da ANA e da Região Autónoma da Madeira.

Esta greve trata-se de um protesto e contestação pela degradação das suas condições de trabalho, manifestadas desde há muito tempo pela falta de recursos humanos e materiais, agravadas face ao crescente número de tarefas e responsabilidades que resultaram da recente certificação civil do Aeroporto Internacional das Lajes, de indignação pela recente proposta de alteração de carreira, cujos conteúdos vão no sentido de desvalorizar e desqualificar os profissionais da área, quando estes nos últimos anos têm feito um esforço acrescido para colmatar as falhas anteriormente referidas, de mau estar geral resultante dum sentimento de discriminação quando se verifica
outro tratamento e empenho na criação de novas carreiras na mesma infra-estrutura, de protesto pelo acréscimo do número de tarefas e responsabilidades que resultaram da recente certificação civil do Aeroporto Internacional das Lajes e pela total ausência ou falta de resposta aos nossos sucessivos pedidos de marcação da reunião em sede do processo negocial com vista à discussão da carreira destes técnicos.