Governo Regional reforça estratégias nas políticas comunitárias para o futuro dos Açores

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas reafirmou hoje, em Ponta Delgada, a “forte atenção” do Governo dos Açores para os próximos tempos em relação às políticas comunitárias para a juventude, para a qualificação e para o desenvolvimento.

Rui Bettencourt, que falava aos jornalistas no final da audiência do Presidente do Governo, Vasco Cordeiro, com a Diretora da Direção-Geral de Política Regional e Urbana da Comissão Europeia, Dana Spinant, e a Chefe de Unidade das Regiões Ultraperiféricas, Paula Gaspar, frisou que nesta reunião estiveram em análise “as estratégias para o futuro dos Açores na União Europeia”.

“Evidentemente que essas estratégias são estratégias que depois suportam o progresso e o desenvolvimento”, afirmou o governante, sublinhando que as estratégias para a qualificação dos jovens são “muitíssimo importantes”, quer ao nível comunitário, quer ao nível regional, e que “implicam, sobretudo, as pessoas”.

Para o titular da pasta das Relações Externas, a atual situação da União Europeia e das negociações que estão a decorrer para o Quadro Financeiro 2021-2027 “estão num momento muito interessante e importante”, considerando que este será “um quadro financeiro marcante também pelas suas estratégias”.

“Vimos também, no desenvolvimento deste projeto para os Açores como Região Ultraperiférica da União Europeia, que o mar é muito importante, tal como o espaço e tal como as qualificações para essas atividades”, acrescentou Rui Bettencourt.

Por outro lado, adiantou que também tiveram oportunidade neste encontro de “trocar impressões sobre os Açores de hoje, com o desenvolvimento do turismo, com a importância da agricultura”, mas também sobre “o que representam hoje os Açores como Região Ultraperiférica”, que vai além das suas fragilidades reconhecidas pelo artigo 349.º Tratado sobre o Funcionamento da União Europeia.

“Há uma necessidade de tomada de consciência de que os Açores trazem também um potencial e uma dimensão à União Europeia que convém salientar e ter em conta nos próximos tempos”, frisou o Secretário Regional.