Governo Regional lamenta morte do fotógrafo madeirense João Pestana

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, lamentou hoje a morte do fotógrafo madeirense João Pestana, considerando-o “figura incontornável da cultura madeirense”.

“Em meu nome pessoal e do Governo Regional da Madeira apresento os votos de pesar pela morte do fotógrafo João Pestana, figura incontornável da cultura madeirense, assim como endereço a todos os familiares e amigos, neste momento particularmente difícil, as mais profundas condolências”, diz Miguel Albuquerque, em nota da Presidência do Governo Regional.

O fotógrafo João Pestana, distinguido com a Medalha de Ouro de Mérito Municipal pela Câmara Municipal do Funchal, com a Ordem de Mérito da República Portuguesa e de Mérito Cultural pelo Governo Regional, morreu hoje aos 88 anos de idade.

João Pestana foi também diretor do Teatro Municipal Baltazar Dias.

Representante da República manifesta pesar pela morte do fotógrafo João Pestana

Ireneu Barreto

 

O Representante da República para a Região Autónoma da Madeira, juiz-conselheiro Ireneu Barreto, manifestou hoje o seu pesar pelo falecimento do “insigne fotógrafo João Pestana, figura destacada da cultura madeirense”.

Ireneu Barreto recorda numa nota publicada no ‘site’ oficial que o fotógrafo do quotidiano madeirense foi “justamente agraciado, em 2005, com o grau de Oficial da Ordem do Mérito”.

O Representante da República endereça ainda “sentidas condolências” à sua família.

O fotógrafo João Pestana, distinguido com a Medalha de Ouro de Mérito Municipal pela Câmara Municipal do Funchal, com a Ordem de Mérito da República Portuguesa e de Mérito Cultural pelo Governo Regional, morreu sábado aos 88 anos de idade.

João Pestana foi também diretor do Teatro Municipal Baltazar Dias.