Governo Regional apresenta hoje comunicação sobre transporte de mercadorias

O Governo dos Açores vai apresentar, esta terça-feira, uma comunicação à Assembleia Regional a propósito do transporte de mercadorias para as ilhas do grupo ocidental (Flores e Corvo) do arquipélago, que tem estado condicionado deste o furação Lorenzo.

O anúncio da comunicação foi feito na segunda-feira, na sede do parlamento açoriano, durante a conferência de líderes parlamentares que determinou a agenda final do plenário de janeiro, o primeiro deste ano civil, que irá a partir de hoje na cidade da Horta, na ilha do Faial.

O furacão Lorenzo destruiu em outubro passado o porto comercial das Lajes das Flores, impedindo os navios porta-contentores que operam na região de fazerem escala no grupo ocidental, obrigando o executivo açoriano a recorrer a operadores de tráfego local, com recurso a embarcações mais pequenas.

As más condições climatéricas das últimas semanas impediram, no entanto, esses operadores marítimos de abastecer as ilhas das Flores e do Corvo, que tem estado privadas de alguns bens essenciais, situação que deverá ficar resolvida esta semana, com o início das escalas do navio “Malena”, fretado pelo executivo para operar nas Flores e no Corvo.

A agenda parlamentar desta semana inclui ainda um projeto de decreto regional, apresentado pelo PSD, para a criação de comissão de dissuassão de toxicodependências em todas as ilhas, e ainda quatro projetos de resolução, sobre a rede de creches (BE), sobre acordo laboral da Base das Lajes (PCP), sobre os reservatórios agrícolas do Corvo (PPM) e sobre os programas “estagiar” (PSD).

Os 57 deputados regionais vão também apreciar, esta semana, duas petições, apresentadas por grupos de cidadãos, relacionadas com o acesso ao porto comercial das Velas, em São Jorge, e com a gestão do grupo SATA.