Governo dos Açores vai rever lei que regula apicultura na região

A legislação que regula a atividade apícola nos Açores vai ser revista e ajustada às dimensões dos apiários na região, contando com o contributo dos agentes do setor, informou hoje o Governo Regional.

Citado em nota de imprensa, o secretário regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, avançou que vai “iniciar o processo de revisão da alteração legislativa relacionada com a apicultura nos Açores, cumprindo um compromisso assumido pelo Governo Regional, em estreita articulação com as associações apícolas na região e com a Federação Agrícola”, de quem esperam “contributos construtivos”.

O governante, que falava depois de ter reunido com a direção da Associação de Apicultores da Ilha de São Miguel (APIMAR), salientou que o Plano Estratégico para a Apicultura assenta em objetivos estratégicos que visam “assegurar e promover a sanidade agrícola, promover a partilha de formação e de conhecimento técnico-científico, promover e fortalecer o associativismo de modo a favorecer a dinamização e inovação no setor apícola, bem como fomentar a promoção dos produtos e encontrar novos mercados”, explica o comunicado.

Já foi constituído o grupo operacional que irá acompanhar a aplicação deste plano e irá integrar diferentes entidades representativas do setor, adiantou João Ponte, sendo que o novo plano deverá ter em conta questões como a densidade de implementação de apiários e o número de colmeias por apiário.

Na reunião que aconteceu em Ponta Delgada, a APIMAR apresentou propostas no âmbito da sanidade, promoção e comercialização de produtos apícolas e de reforço do associativismo que serão apreciadas pela tutela.