Pub

O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou que o Governo dos Açores reforçou com um milhão de euros a linha de financiamento para apoiar projetos de Investigação & Desenvolvimento (ID) em contexto empresarial.

Segundo Gui Menezes, este reforço justifica-se “pela forte procura” que esta linha de apoio está a ter e pelos “potenciais projetos que estão a ser desenvolvidos”, acrescentando que o facto de estas medidas serem concorridas “é a prova inequívoca de que foi uma aposta correta” do Governo dos Açores.

O Secretário Regional falava na Lagoa, na sessão de apresentação do primeiro Núcleo de Investigação & Desenvolvimento da Região, MILKFIBRE, envolvendo a empresa Fibrenamics e o INOVA, e que contou com financiamento do PO Açores 2020.

Pub

Gui Menezes referiu que, no âmbito dos vários avisos de concurso para apoiar projetos de ID em contexto empresarial, foram aprovados 16 projetos no valor global de 3,8 milhões de euros, com comparticipação do FEDER, estando ainda mais quatro projetos em análise.

Esta foi uma das linhas de financiamento criadas no âmbito da iniciativa Transfer+, lançada em 2018 e que faz parte de um pacote de medidas do Executivo açoriano para as áreas de Ciência e Tecnologia para o período 2018-2020.

A iniciativa Transfer+, para reforçar a transferência de conhecimento para as empresas regionais e estimular a inovação, abrange ainda um conjunto de medidas, como é o caso da criação de núcleos de ID e a criação de bolsas de pós-doutoramento em contexto empresarial.

“Esta foi uma medida pioneira no país”, frisou Gui Menezes, referindo que corresponde a um investimento de 400 mil euros, sendo que os projetos de investigação estão em desenvolvimento.

“A acrescentar a esta iniciativa, criámos também o DOC-PROF, num investimento de 300 mil euros, que vai permitir integrar recém-doutorados em empresas e noutras entidades de base científica”, salientou.

Gui Menezes adiantou que “já são conhecidos os 10 candidatos selecionados”, acrescentando que esta medida “é um passo essencial para incorporar o conhecimento diferenciado dos profissionais selecionados e altamente qualificados na dinâmica das empresas da Região”.

O Secretário Regional lembrou que os avisos de concurso para os Vales de Investigação & Desenvolvimento estão abertos até 31 de dezembro, através do portal Balcão 2020, e correspondem a um investimento de 800 mil euros.

“Estas medidas refletem um esforço grande do Governo dos Açores na utilização parcial dos fundos comunitários para darmos um salto na investigação em contexto empresarial e na ligação, que tem de ser cada vez maior, entre o sistema científico e as empresas”, afirmou Gui Menezes.

Pub