Governo dos Açores promove encontro entre crianças integradas nos centros de atividades de tempos livres

O Governo dos Açores promove, durante o dia de amanhã, 13 de julho, a quarta edição do encontro anual das crianças que frequentam os Centros de Atividades de Tempos Livres (CATL) com contrato de cooperação com a Região, evento que irá decorrer simultaneamente em cinco ilhas.

Pela primeira vez, o evento “Bolinhas de Sabão” chega também às ilhas do Pico e Faial, além da realização em São Miguel, Santa Maria e Terceira, sendo esperadas mais de duas mil crianças.

A iniciativa surge no âmbito do Plano de Atividades do Protocolo CRAI – Centro de Recursos de Apoio Integrado ao Desenvolvimento Socioeducativo dos Centros de Atividades de Tempos Livres, estabelecido entre o Instituto de Segurança Social dos Açores e as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) com valências de CATL.

O evento caracteriza-se pela organização de atividades lúdicas de caráter socioeducativo e terá como ponto alto o lançamento simultâneo de bolinhas de sabão, às 12h00, nas cinco ilhas participantes.

Em Santa Maria, o evento decorrerá no Parque Florestal de Valverde; na ilha Terceira terá lugar no Parque Municipal do Relvão, em Angra do Heroísmo, e no Paul, localizado no concelho da Praia da Vitória; no Faial, decorrerá na Quinta de São Lourenço, nos Flamengos; e, no Pico, na Reserva Florestal de Recreio Quinta das Rosas, na Madalena.

Na ilha de São Miguel, o evento decorrerá em todos os concelhos. Em Ponta Delgada, no Parque Século XXI; na Lagoa, no Parque Florestal da Macela; em Vila Franca do Campo, no Parque da Vila; na Povoação, na Lagoa das Furnas; no Nordeste, no Campo Municipal de Nordeste; e, por fim, na Ribeira Grande, no Jardim Paraíso.

O Protocolo CRAI, iniciado em 2011, tem como objetivo contribuir para a valorização dos tempos livres das crianças assim como para o enriquecimento e partilha de procedimentos e metodologias entre os vários Centros de Atividades de Tempos Livres da Região Autónoma dos Açores enquanto promotores de experiências e vivências que visem o desenvolvimento social e pessoal das crianças, num ambiente lúdico e de estímulo pedagógico.