Governo dos Açores participa no Smart Cities Tour 2018 promovido pela Associação Nacional de Municípios

O Governo dos Açores participa sexta-feira, 23 de fevereiro, em Ponta Delgada, no workshop dedicado à mobilidade, no âmbito do Smart Cities Tour 2018 da Associação Nacional de Municípios.

O Diretor Regional da Ciência e Tecnologia salientou que esta participação será uma forma de o Executivo açoriano “reafirmar o seu compromisso com a utilização de soluções tecnológicas que contribuam para que os Açores alcancem os objetivos relacionados com a sustentabilidade do destino”.

Bruno Pacheco recordou que o Governo dos Açores anunciou esta semana o lançamento do concurso para a exploração de 26 pontos de carregamento de carros elétricos na Região, que considerou ser “o primeiro passo para garantir uma mobilidade elétrica que esteja ao alcance de todos”.

Neste workshop, o Diretor Regional vai realizar um balanço dos projetos que contam com o envolvimento direto do Governo dos Açores e que contribuem para uma maior integração da tecnologia no quotidiano.

O Governo dos Açores, no contexto da implementação das políticas públicas de ciência e tecnologia, tem vindo a desenvolver a sua ação na perspetiva do conceito europeu da ‘Science-based Policy’, que tem como princípio a implementação de políticas baseadas em evidências científicas.

Segundo Bruno Pacheco, a aposta do Executivo açoriano “baseia-se, cada vez mais, na necessidade de apresentar soluções eficazes, por forma a responder de forma mais efetiva às necessidades reais do presente e do futuro da Região”.

O Diretor Regional apontou como “exemplo prático” de políticas baseada na ciência em que os Açores estão envolvidos o projeto ‘SmartDestination – Avaliação e Proposta de Estratégia e Desenvolvimento de Ferramentas para a Conversão do Espaço de Cooperação em Destinos Turísticos Inteligentes’.

Cofinanciado pelo Programa INTERREG MAC 2014-2020, este projeto tem como objetivo promover a cooperação entre os Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde para transformar estes territórios da Macaronésia em ‘destinos turísticos inteligentes’.

O ‘SmartDestination’ terá como resultado para os Açores a disponibilização de um diagnóstico da maturidade tecnológica de todo o arquipélago, bem como uma proposta de plano com a identificação de ações que permitam converter a Região num ‘destino turístico inteligente’.

Este processo passará pela implementação de um conjunto de tecnologias inovadoras, desenvolvidas por empresas cientificamente assessoradas por investigadores do Sistema Científico e Tecnológico dos Açores.

Segundo Bruno Pacheco, os resultados deste projeto “serão determinantes para os Açores se constituírem como destino turístico inovador, acessível, integrado e competitivo, garantindo, simultaneamente, o desenvolvimento sustentável do território”.

O SmartDestination é um dos projetos em que o Governo dos Açores está envolvido no sentido de “desenvolver as suas políticas públicas, direcionando apoios estratégicos para a investigação de alto nível, maximizando os fluxos de conhecimento através do fomento de sinergias entre os ‘stakeholders’ regionais, num processo de inovação aberta e participativa, em torno de uma visão do futuro orientada para a inovação e a sustentabilidade do arquipélago”, afirmou Bruno Pacheco.