Governo dos Açores já investiu 32 milhões de euros no desporto, referiu Avelino Meneses

Avelino Meneses, Secretário Regional da Educação e Cultura

O Secretário Regional da Educação e Cultura defendeu, em Angra do Heroísmo, a necessidade de uma maior ligação entre o tecido empresarial e o desporto nos Açores.

“Numa sociedade que queremos mais próspera e independente não podem os agentes desportivos ignorar os apoios do tecido empresarial, nem podem igualmente os agentes económicos desperdiçar a projeção que o desporto confere”, afirmou Avelino Meneses.

Falando na XVIII edição da Gala do Desporto Açoriano, o titular da SREC avançou que, na atual legislatura, o Governo dos Açores já investiu mais de 32 milhões de euros na promoção do desporto que se assume como uma “atividade de todos e para todos”.

Avelino Meneses pugnou ainda nesta cerimónia, que decorreu integrada no âmbito Dia Olímpico nacional numa parceria com a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, pela “urgência” de colocar o tema da ética no desporto na agenda da comunicação social para que “as futuras gerações tragam maior civilidade a todas as competições”.

Por outro lado, o Secretário Regional da Educação e Cultura, que tem na sua tutela o desporto, enfatizou que “a Gala do Desporto Açoriano é, por excelência, a celebração da nossa atividade física de competição”, relembrando, neste contexto, a recente participação de atletas açorianos nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos realizados no Rio de Janeiro, em 2016.

O governante açoriano manifestou, nesta medida, a sua convicção de que “o futuro será mais promissor”, dada a previsível generalização da prática desportiva resultante da larga maioria dos atletas federados, com uma média de participação feminina superior à média nacional, integrar os escalões de formação.

Nesta edição da Gala, que se reporta à época desportiva de 2017-2018, foram homenageados 85 galardoados das ilhas de S. Maria, S. Miguel, Terceira, S. Jorge, Pico e Faial.