Governo dos Açores investiu 4ME na rede viária do Faial ao longo da legislatura

O Governo dos Açores disse já ter investido cerca de quatro milhões de euros na rede viária da ilha do Faial ao longo da legislatura, em resposta às reivindicações do conselho de ilha.

O montante foi avançado pelo secretário regional adjunto dos Assuntos Parlamentares, Berto Messias, no final da reunião entre o Governo dos Açores e o conselho de ilha do Faial.

Entre as reivindicações do conselho estava a reabilitação da rede vária “degradada” e a construção da segunda fase da variante à cidade da Horta.

O secretário destacou “não ter sido possível” a construção da segunda fase da variante à Horta porque a “requalificação de estradas” é “entendida como uma prioridade negativa” no atual quadro comunitário.

“Isso não quer dizer que não tenhamos intenção de realizar esse investimento no próximo planeamento financeiro comunitário, sem prejuízo de nessa legislatura já termos investido na rede viária do faial cerca de quatro milhões de euros”, acrescentou Berto Messias.

Sobre a ampliação da pista do aeroporto da Horta, o governante realçou já existir comunicação entre a Agência Nacional de Aviação Civil e o ministério da Infraestruturas e Habitação para se proceder a “uma avaliação” sobre a ampliação, assinalando que o investimento já está “consagrado” em Orçamento do Estado.

Quanto ao porto comercial da Horta, Berto Messias apontou que “neste momento” está a “decorrer o procedimento de simulações” sobre a modelo da obra: “contamos ter resultados a curto prazo”, afirmou.

No final da reunião, o presidente do conselho de ilha, Davide Marcos, lamentou não haver uma resposta positiva do executivo açoriano sobre a construção da segunda fase da variante, considerando que é uma obra que já “deveria esta feita há muito tempo”.

Sobre o aeroporto da Horta, o presidente do conselho referiu que não foi apresentado “nada de novo”, mas, quanto à construção do porto comercial da Horta, considerou ter sido avançada uma “informação importante” relativa ao “estudo que está a ser finalizado” sobre as características da construção.

O Governo Regional iniciou esta quinta-feira uma visita de trabalho de dois dias à ilha do Faial.