PUB

A secretária do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas do Governo dos Açores anunciou hoje que o executivo vai fretar o navio Ponta do Sol para abastecer a ilha das Flores a partir da próxima semana.

“O navio Monte Brasil já saiu de Leixões e vai tentar descarregar no próximo sábado, mas se o tempo não o permitir a carga ficará no porto de Ponta Delgada e o Ponta do Sol fará a ligação às Flores a partir da semana que vem”, refere Berta Cabral, citada numa nota de imprensa do executivo.

Segundo o Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM), a governante falava após uma reunião com o deputado regional do PPM, Paulo Estêvão, que nas últimas semanas apelou ao executivo açoriano para solucionar o abastecimento às Flores.

PUB

“Os navios que aqui chegaram da [empresa] Transinsular já por três vezes cancelaram o abastecimento à ilha. A ilha das Flores não pode ficar nesta situação ao longo deste inverno. Isto afeta gravemente a economia da ilha […]. É preciso encontrar uma solução”, afirmou Paulo Estêvão na quinta-feira, em declarações à RTP/Açores.

No comunicado, o Governo Regional realça que o executivo tem “vários instrumentos e várias ferramentas” para “resolver sempre o abastecimento das Flores”.

Berta Cabral lembra ainda que, além do furacão Lorenzo que provocou “graves prejuízos” no porto das Lajes em 2019, a depressão Efrain, em dezembro, também causou constrangimentos à operação daquela infraestrutura que garante o abastecimento à ilha.

A governante adianta ainda que o Governo dos Açores “aguarda a entrega, na próxima semana, de um projeto para avançar com uma proteção de emergência ao cais que ficou mais danificado depois da depressão Efrain”.

“Passámos pela depressão Efrain, que piorou a situação do abastecimento, mas não tem havido problemas e estamos muito atentos, recorrendo a todos os meios que temos à nossa disposição para colocar os produtos nas Flores”, acrescenta a secretária regional.

Na segunda-feira, o O BE/Açores defendeu que o Governo Regional tem de encontrar “imediatamente” um navio com as características adequadas às atuais condições de operacionalidade do porto das Lajes das Flores.

Segundo o Bloco, o navio Monte Brasil, que deveria chegar às Flores na quinta-feira, “está atrasado e a operação de descarga poderá estar em risco porque, entretanto, está previsto um agravamento das condições do mar”.

Já hoje, o líder da bancada do PS/Açores no parlamento açoriano, Vasco Cordeiro, considerou que o “atraso” no investimento no porto das Lajes está a “condicionar” o futuro da ilha das Flores.

Em 16 de dezembro de 2022, a Portos dos Açores adiantou que o mau tempo “veio fragilizar ainda mais o quebra-mar” do porto das Lajes das Flores, destruído na sequência da passagem do furacão Lorenzo (em outubro de 2019), uma infraestrutura “muito desabrigada” e exposta às condições meteorológicas.

Pub