Governo dos Açores desmente que a Turismo de Portugal vai assumir a promoção do destino Açores

Num comunicado de esclarecimento enviado hoje, o Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo e na sequência do título de primeira página da edição de hoje do jornal Açoriano Oriental – “Turismo de Portugal assume promoção do destino Açores”, bem como do título da notícia na página 6 – “Turismo de Portugal substitui ATA na promoção do destino Açores”, diz não corresponde à verdade que o Turismo de Portugal assumiu, ou assumirá, a promoção do destino Açores, nem que o mesmo substitui a Associação de Turismo dos Açores nessa função nos termos em que os títulos atrás referidos induzem.

A definição da política de promoção turística dos Açores foi, é, e continuará a ser uma responsabilidade do Governo dos Açores, em estreita articulação com os parceiros privados desse setor, sendo que, para a execução e concretização dessa política, o Governo considera a Associação de Turismo dos Açores como um dos seus parceiros fundamentais.

Devido a contingências internas da Associação de Turismo dos Açores, que são do conhecimento público, que acarretavam o risco de interrupções e suspensão das ações de promoção turística da Região, o Governo dos Açores chamou a si a condução desse processo, no sentido de garantir que o mesmo se desenvolvesse com o menor grau de perturbação possível.

É por via dessa decisão do Governo dos Açores que se enquadra a intervenção casuística e excecional do Turismo de Portugal, de forma a colmatar a ausência da atividade de promoção da ATA em mercados como o Reino Unido, os EUA e a Alemanha.

Como é fácil de perceber, esse enquadramento da intervenção do Turismo de Portugal é radicalmente diferente daquele que é induzido pela leitura quer da chamada de primeira página, quer do título da notícia na página 6 da edição de hoje do jornal Açoriano Oriental.

Embora tendo presente a urgência e importância desta matéria, o Governo dos Açores aguarda a conclusão do processo de redefinição da situação dos órgãos sociais da ATA tendo em vista a retoma da parceria entre a Região e esta Associação para a promoção turística dos Açores.