Governo dos Açores apoia remodelação da Casa do Escuteiro de São Miguel

O Governo dos Açores vai apoiar a remodelação da Casa do Escuteiro de São Miguel, propriedade da Junta do Núcleo de São Miguel do Corpo Nacional de Escutas (CNE), anunciou hoje o Diretor Regional da Juventude.

Lúcio Rodrigues, que falava, em Ponta Delgada, na cerimónia de posse da nova Direção da Junta do Núcleo de São Miguel do CNE, realçou o “trabalho de parceria e de proximidade” que tem existido, nomeadamente através da Direção Regional da Juventude, frisando que os escuteiros são “parceiros imprescindíveis no desenvolvimento de políticas de Juventude na Região Autónoma dos Açores”.

A Casa do Escuteiro, um imóvel cedido pelo Governo dos Açores aos escuteiros em 2012, é um complexo que permite aos escuteiros da ilha de São Miguel e a outros oriundos de outros locais beneficiar de um conjunto de infraestruturas vocacionadas para a realização de ações de formação escutista, assim como acolher os vários agrupamentos escutistas.

Para além do pólo de formação e unidade de acolhimento, a Casa do Escuteiro serve igualmente como sede da Junta do Núcleo da ilha de São Miguel do Corpo Nacional de Escutas.

Lúcio Rodrigues lembrou o “importante papel que os escuteiros tiveram na resposta ao sismo de 1998 nas ilhas do Faial e do Pico”, tendo sido “os primeiros a chegar aos locais mais afetados e a auxiliar as populações”.

O Diretor Regional destacou “a forma como os chefes cessantes, José Maria Jorge e Pedro Amaral, lideraram esta organização ao longo das últimas três décadas”, felicitando o Chefe eleito, Paulo Mota, bem como toda a nova Direção, desejando-lhes os maiores sucessos e assegurando que “o Governo dos Açores, através da Direção Regional da Juventude continuará a ser parceira deste grande movimento”.

Lúcio Rodrigues felicitou a Junta do Núcleo do CNE de São Miguel pela sua “capacidade de rejuvenescimento, que alia o vigor da juventude, com a segurança da experiência”.

“O movimento escutista, através do Corpo Nacional de Escutas, da Associação dos Escoteiros de Portugal e das Guias de Portugal, são exemplos de parceiros que desenvolvem um trabalho muitíssimo meritório com a nossa juventude e o Governo dos Açores continuará, seguramente, a ser parceiro das suas atividades, em benefício dos jovens Açorianos”, afirmou o Diretor Regional da Juventude.