Governo dos Açores apela à participação dos apicultores e das suas organizações na discussão do plano estratégico

José Élio Ventura

O Diretor Regional da Agricultura apelou a todos os apicultores e às suas organizações representativas para participarem ativamente na discussão em torno da proposta de Plano Estratégico para a Apicultura nos Açores, com o intuito de estruturar o futuro do setor.

“O nosso objetivo é que este seja o plano dos apicultores e para a apicultura, por isso aguardamos os vossos contributos para tornar os objetivos e as medidas nele consagradas mais efetivas, muito concretas e que possam corresponder às necessidades dos cerca de 450 apicultores açorianos”, afirmou José Élio Ventura, que falava sexta-feira na apresentação da proposta do Plano Estratégico para a Apicultura nos Açores na ilha Terceira.

José Élio Ventura referiu que este plano resulta da necessidade de existir um documento orientador do setor, que permita desenvolver um trabalho contínuo e estruturado na próxima década.

“Este plano é também o resultado da visão que o Governo Regional tem da importância da apicultura e da produção de mel, como setor diversificador, complementar de rendimentos e com particular importância para toda a atividade agrícola”, disse o Diretor Regional, destacando a importante função polinizadora das abelhas de várias culturas agrícolas e o seu papel ao nível da preservação ambiental e da biodiversidade.

Na ilha Terceira, especificamente, existem presentemente 94 apicultores e 152 apiários.