Pub

O Governo dos Açores vai lançar um concurso de 4,85 milhões de euros para a reabilitação e proteção marítima do porto de Santa Iria, no concelho da Ribeira Grande, em São Miguel, foi hoje anunciado.

“É uma excelente notícia para os ribeira-grandenses. É uma obra há muito, muito, tempo esperada. Mais uma vez, está este Governo a fazer a diferença objetivamente com coisas que são há muito ansiadas e que antes não passavam de projetos em papel”, afirmou o vice-presidente, Artur Lima, na apresentação das conclusões do Conselho de Governo Regional, em Ponta Delgada.

Segundo o executivo (PSD/CDS-PP/PPM), a empreitada visa “promover condições de segurança na zona do porto”, “através da estabilização das arribas contíguas à estrada regional” para “mitigar o risco geotécnico para pessoas e bens”.

A reabilitação e proteção marítima daquele porto, localizado na costa norte da ilha de São Miguel, pretende “garantir a proteção costeira contra a ação direta da agitação marítima”.

O Conselho de Governo Regional aprovou também a Estratégia de Investigação e Inovação para a Especialização Inteligente para a região, designada por RIS3 Açores, para o período 2022-2027.

Aquela estratégia é a “base dos investimentos estruturais europeus”, destaca o Governo dos Açores.

“É uma estratégia nova, que traz inovações relativamente à anterior RIS3, incluindo a área da saúde e, numa área transversal, o desenvolvimento social. Cumpre os objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU”, vincou Artur Lima, que tutela a ciência.

O executivo açoriano aprovou ainda um apoio excecional de 50% no Complemento Regional de Pensão de novembro, uma medida que foi anunciada a 29 de outubro e que representa um investimento de mais de um milhão de euros.

“Isto revela bem a preocupação deste governo em ajudar os mais desfavorecidos, nesta altura difícil do aumento do custo de vida”, vincou o número dois do governo açoriano, que é liderado pelo social-democrata José Manuel Bolieiro.

Foram ainda aprovados apoios financeiros no valor total de cerca de 96 mil euros para as freguesias dos Mosteiros e Feteiras, em Ponta Delgada, que foram afetadas por “fenómenos meteorológicos extremos”.

Por outro lado, o Conselho de Governo Regional aprovou o plano de exploração dos aeródromos regionais apresentada pela transportadora área SATA para o ano de 2022.

“Nos termos do contrato de concessão mostra-se necessário proceder à aprovação do plano de exploração com um valor global dos investimentos estimado em 2,3 milhões de euros, candidatáveis a fundos europeus”, lê-se nas conclusões da reunião do executivo.

A SATA tem a concessão do serviço público nos aeroportos do Corvo, Graciosa, Pico, São Jorge e Flores.

Pub