Governação Socialista aprovou ‘Estratégia para a Igualdade e Não Discriminação’

A cabeça de lista do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro, defendeu, esta terça-feira, que a problemática da violência doméstica deve convocar toda a sociedade, esclarecendo, a este propósito, que o Programa Eleitoral do PS contempla um conjunto muito vasto de medidas neste domínio.

Isabel Almeida Rodrigues, que falava à margem da reunião com a APAV Açores – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, recordou o trabalho desenvolvido ao longo da última legislatura e que culminou em 2018 com a aprovação da Estratégia para a Igualdade e não Discriminação. “Essa estratégia contém um conjunto de medidas a orientar para a prevenção e combate a este lamentável fenómeno e também a criação de uma Comissão multidisciplinar que visa procurar outras respostas para este problema”, afirmou a candidata.

Nesse sentido, também o Programa Eleitoral com que o Partido Socialista se apresenta às Eleições Legislativas do próximo dia 6 de outubro integra um conjunto muito importante de medidas nesta matéria, “que passam não apenas por se pensar numa abordagem judiciária integrada, mas por uma aposta muito forte na sensibilização e na prevenção, fundamental quando pretendemos diminuir a incidência deste fenómeno”, lembrou Isabel Almeida Rodrigues.

“Esta é uma problemática que nos deve convocar a todos. Dizer não à violência e associarmo-nos aos esforços de combate e prevenção deste fenómeno” é também fundamental para termos uma sociedade mais coesa, referiu a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas de 6 de outubro.