O Comando Territorial da GNR dos Açores apreendeu “mais de 3.600 artigos contrafeitos, no valor estimado de sete mil euros”, em Ponta Delgada, e identificou uma mulher pelo crime de contrafação.

A operação do Posto Territorial de Ponta Delgada da Guarda Nacional Republicana aconteceu na passada quinta-feira, dia 04 de março, e detetou, no armazém de um transitário em Ponta Delgada, “25 volumes de mercadoria”.

Em causa estão “3.678 artigos de vestuário contrafeito de diversas marcas” que foram apreendidos, concretiza a GNR, em comunicado enviado hoje.

“Nesta ação foi identificada uma mulher de 43 anos pelo crime de contrafação”, tendo o caso sido remetido para o Tribunal Judicial de Ponta Delgada.

Estas ações de fiscalização de âmbito fiscal e aduaneiro têm como principal objetivo “garantir o cumprimento dos direitos de propriedade industrial, visando, essencialmente, o combate à contrafação, ao uso ilegal de marca e à venda de artigos contrafeitos”, esclarece a polícia.